Quais são os tipos de cartas de crédito?

O consórcio é uma das modalidades de vendas que mais cresce no país. Em 2021, ele ultrapassou mais de 8 milhões de participantes pela primeira vez desde que surgiu. 

O número de pessoas que têm consórcios ativos chegou a 8,02 milhões em maio, cerca de 13% acima dos 7,10 verificados um ano atrás nesse mesmo período.  Essa modalidade surgiu anos atrás, por volta da década de 60, mas cresceu em passos lentos por aqui. 

Isso pode ser explicado por uma série de motivos, mas principalmente, a dúvida e desconfiança das pessoas em relação ao consórcio. Afinal, é uma modalidade de compra diferente de todas as outras oferecidas no mercado. 

Mesmo com a popularização desse tema, o consórcio ainda envolve muitas dúvidas, mitos e questionamentos sobre suas vantagens – as quais são incomparáveis. Essa modalidade conta com benefícios tanto para pessoas físicas quanto jurídicas.

É conhecida por oferecer as melhores condições de pagamento no mercado, não cobrar juros e tampouco altas taxas de entrada. Outro motivo que torna o consórcio tão vantajoso é sua versatilidade.

É possível comprar diversos bens com o consórcio. Isso porque existem cartas de créditos com diferentes objetivos (cotas de imóveis, automóveis, serviços, reformas).

E é exatamente sobre isso que trataremos ao longo deste conteúdo. Como é possível comprar com um consórcio? Quais os tipos de cartas de crédito? Mas antes, é preciso entender o que é este documento.

Assim compreenderá que cada carta consórcio tem sua finalidade e não podem ser usadas para qualquer tipo de compra. Entenda isso e muito mais sobre cartas de crédito ao longo deste conteúdo. Acompanhe!

Como o consórcio e as cartas de crédito funcionam?

O consórcio é uma modalidade de compra em grupo. Isso é: as administradoras – empresas que organizam essa operação – reúnem pessoas com o mesmo interesse em um grupo de consórcio. 

Então todos os participantes têm o mesmo objetivo, como a compra de um imóvel, por exemplo. Ao longo do contrato cada integrante contribui mensalmente para a construção de um fundo coletivo com dinheiro suficiente para que todos recebam o valor da compra que desejam à vista. 

Todos os meses acontece uma assembleia. Nesse momento, uma série de questões são discutidas, mas elas são feitas principalmente para a realização dos sorteios e lances.

Sorteio? Lance? Sim! Para decidir qual participante será contemplado em cada mês, as administradoras fazem um sorteio. A pessoa sorteada recebe a carta de crédito – documento com o valor total do bem.

Com isso em mãos o participante pode adquirir o bem que deseja à vista. Os lances são formas de antecipar essa contemplação, quem der o maior lance pode levar a carta de crédito.

Então, a carta de crédito contemplada é o item mais desejado entre os consorciados, é o grande objetivo em um consórcio. O final que todos os participantes desejam ao contratar essa modalidade. É por meio dela que muitos realizam sonhos e a aquisição dos bens que tanto desejam. 

Com ela, é possível selar acordos como transmissão de bens, assim como legitimar as operações com ainda mais segurança. Mas, como esse documento funciona? Acompanhe!

Como comprar bens com cartas de crédito?

A carta de crédito é um documento que permite a compra indireta do bem, nela há descrito o valor total do bem que o consorciado deseja comprar. Ao contrário do que muitos pensam, o dinheiro, após a contemplação, não cai diretamente na conta bancária do consorciado.

A administradora dá essa carta de crédito, com o valor da compra e a pessoa compra o bem com esse documento. É a administradora que tem, de fato, o dinheiro e realiza o pagamento dos bens.

Contudo, mesmo com a carta de crédito, o consorciado só pode comprar aquilo que está prescrito no contrato do consórcio. Ou seja, se a pessoa entrou em um grupo de consórcio de imóveis, ela só pode comprar algum imóvel – seja ele apartamento, casa, salas comerciais etc. 

Quem comprou um consórcio de automóveis, só pode comprar veículos, como carros, motocicletas, caminhões, entre outros. Ficou claro? É por isso que dizem que existem diversos tipos de cartas de crédito.

Há a carta de crédito de imóveis, a de automóveis, a de serviços, entre outros exemplos. Cada uma só pode adquirir o tipo de bem da sua classificação. Confira os tipos mais comuns de consórcios e cartas de crédito do mercado:

Consórcio de veículos automotores, barcos e aeronaves; consórcio de eletrodomésticos e outros bens móveis; consórcio de bens imóveis; consórcio para contratação de serviços.

Esses são os principais tipos de cartas de crédito atualmente. Cada uma com suas finalidades e possibilidades. Outra maneira de conseguir este documento é comprando uma carta de crédito contemplada.

Algumas administradoras vendem esses documentos já contemplados. É totalmente seguro e legal – dado que muitos desistem do consórcio, não conseguem mais pagá-los ou querem reinvestir o valor.

Também é uma alternativa interessante para a aquisição de bens de alto valor. Consulte uma administradora!

Deixe-nos um comentário

Solve : *
24 × 5 =